Pedágio eletrônico precisa de 80% de adesão

O novo modelo de cobrança de pedágio por quilômetro rodado nas estradas paulistas só será possível se 80% dos veículos que utilizam as rodovias aderirem às tags ou outra tecnologia escolhida para a mudança.Uma adesão menor seria insuficiente para manter financeiramente o novo modelo.

O diagnóstico é do grupo de trabalho da Agência Reguladora dos Serviços de Transporte de São Paulo (Artesp), que recomenda ainda outras mudanças no atual sistema do Sem Parar.

A cobrança automática é atualmente feita pelo sistema Sem Parar – que cobra uma taxa de adesão e manutenção e a única vantagem para o motorista é não parar nas filas. Os cálculos das concessionárias apontam que 55% da receita com valores pagos seja do modo automático, enquanto o restante vem de veículos que param nas praças para fazer o pagamento.

O Sem Parar é um prestador de serviços para as concessionárias que administram as rodovias. Com a mudança, o serviço de cobrança automática vai tornar-se concessão pública – o governo estadual vai escolher a tecnologia ideal e também quem vai operá-la.

Fonte:http://info.abril.com.br/noticias/ti/pedagio-eletronico-precisa-de-80-de-adesao-27072011-18.shl

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s