Nasa acha 1º asteroide na órbita da Terra

 

A Nasa encontrou o primeiro asteroide orbitando o Sol na mesma rota em que a Terra, o que significa que seu caminho se cruza com o do nosso planeta em alguns ponto.

Chamado de 2010 TK7, ele é o primeiro Trojan terrestre descoberto. Com 300 metros de diâmetro, sua trajetória é bem definida e, pelo menos nos próximos 100 anos, não deve chegar a menos de 24 milhões de km de nós.

Os asteroides classificados como Trojans compartilham a trajetória de um planeta em alguns pontos a 60o de sua órbita (conhecidos como pontos de Lagrangian). Nessa áreas, as forças gravitacionais do planeta e do Sol  se combinam para prender o asteroide em um ponto estável, sincronizado com a órbita do planeta.

No caso do 2010 TK7, é como se a Terra estivesse brincando de pega-pega, sempre “correndo” atrás dele – portanto, sem perigo iminente de colisão.

O primeiro Trojan foi descoberto ao redor de Júpiter em 1906 pelo astrônomo alemão Max Wolf. Ele foi chamado de Aquiles, o que lançou a tradição de batizar esses asteroides como personagens da Guerra de Troia (daí seu nome “Trojan”, que, em inglês, quer dizer Troiano). Desde então, mais de 1800 Trojans já foram vistos nas órbitas de planetas ao redor do Sol.

Há muito, cientistas acreditam que a Terra possui asteroides como esses, mas até agora ninguém havia conseguido localizá-los.

Foi analisando as imagens obtidas pelo telescópio WISE, da Nasa, que a equipe liderada por Martin Connors, da Universidade Athabasca, no Canadá, encontrou o 2010 TK7. Sua descoberta foi publicada hoje na Nature.

Entre janeiro de 2010 e fevereiro de 2011, o WISE fez imagens em infravermelho de todo o céu. Esses dados foram analisados pela equipe de Connors  que, no processo, descobriu 132 novos Objetos Próximos à Terra (NEO). Somente um deles, no entanto, se encaixava na categoria de Trojan.

O programa de Objetos Próximos à Terra monitora mais de 155 mil corpos, como asteroides e cometas, que passam a menos de 45 milhões de km do caminho da Terra ao redor do Sol. Alguns desses corpos poderão ser escolhidos para futuras missões tripuladas – uma vez que um dos objetivos da Nasa até 2025 é pousar uma nave em uma asteroide. O Trojan 2010 TK7, no entanto, não é um bom candidato pois, em alguns pontos, fica muito distante da Terra.

Imagem feita pelo WISE

Imagem feita pelo telescópio Wise. O Trojan terrestre aparece circulado em verde. (Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA).

Fonte:http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/nasa-acha-1-asteroide-na-orbita-da-terra-28072011-15.shl

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s