Tablets com Android vão superar iPad em 2016

 

O sistema Android, do Google, já é o número um no mercado de smartphones. Mas, nos tablets, o iOS, do iPad, continua sendo o líder absoluto.

Segundo um estudo da empresa britânica Informa Telecoms & Media, a Apple ainda deve manter a dianteira até 2015. No ano seguinte, porém, o iPad vai ser superado, em vendas, pelos tablets que rodam Android.

 

Segundo as projeções da Informa, em 2015 serão vendidos 230 milhões de tablets no mundo. Esse número indica um rápido crescimento desse mercado, já que, em 2010, foram menos de 20 milhões de unidades. Do total previsto para 2015, 90 milhões serão iPad; e, 87 milhões, tablets com Android. São números tão próximos que configuram um empate técnico entre as duas plataformas.

A Informa estima que a Apple tenha, no momento, 75% do mercado mundial de tablets. Até 2015, essa participação deve cair para 39%. Já os tablets com Android devem conquistar 38% do mercado até lá. David McQueen, analista principal da Informa, prevê que o Android deve se expandir muito mais rapidamente que o iPad e seu sistema iOS.

McQueen aponta três fatores decisivos para o sucesso de um tablet: marca, canais de distribuição e qualidade do produto. “A Apple lidera nessas três áreas. Mas a vantagem dela deve se esmaecer à medida que a qualidade dos produtos concorrentes e dos respectivos aplicativos melhorar”, diz. “De 2013 em diante, haverá modelos com Android mais baratos e mais avançados. As vendas vão crescer, e devem superar as do iPad em 2016”, afirma ele.

Windows 8

Com o iPad e o Android somando 77% do mercado em 2015, não vai sobrar muito para outras plataformas. Depois dessas duas, a mais importante deve ser o Windows 8. Assim que esse sistema da Microsoft for lançado – o que pode acontecer em 2012 – haverá uma variedade de aparelhos baseados nele no mercado. A lista deve incluir tablets da Nokia, assim como dos principais fabricantes de PCs, diz a Informa.

Já o QNX, usado no Blackberry PlayBook, deve ter sucesso modesto no início. Mas a Informa avalia que essa plataforma ainda pode ganhar impulso quando houver compatibilidade com os aplicativos do Android – algo já prometido pela RIM – e modelos com acesso à rede celular. Por enquanto, o PlayBook tem acesso à internet via Wi-Fi apenas.

McQueen não se arrisca a fazer previsões sobre o WebOS, da HP. Ele diz apenas que seu sucesso depende de a empresa conquistar uma boa presença nos canais de varejo e fazer parcerias estratégicas com operadoras de telefonia. É algo que, obviamente, também vale para outros tablets.

Fonta:http://info.abril.com.br/noticias/mercado/tablets-com-android-vao-superar-ipad-em-2016-28072011-24.shl

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s