Filmadora mais rápida do mundo captura 1 milhão de quadros por segundo

 

Câmera mais rápida do mundo captura 1 milhão de frames por segundo

O segredo do desenvolvimento do CCD ultra-rápido está no uso de um novo tipo de pixel extremamente sensível, chamado diodo avalanche de fóton individual.[Imagem: NPL]

Um consórcio de pesquisadores europeus finalizou seus trabalhos para a criação de uma câmera filmadora ultra-rápida.

O resultado do Projeto Megaframe é nada menos do que a câmera mais rápida do mundo até hoje.

A câmera Megaframe é capaz de gravar imagens à incrível taxa de um milhão de frames por segundo.

CCD de alta velocidade

Desde a criação dos CCDs – os sensores ópticos que equipam as câmeras digitais – seu desenvolvimento tem apresentado duas tendências básicas: a miniaturização do próprio sensor e o aumento da resolução, ou seja, do número de pixels que ele consegue captar simultaneamente.

Mas há um outro fator envolvido no funcionamento do CCD: a quantidade de quadros que o chip é capaz de captar em um determinado período de tempo.

Por exemplo, uma câmera digital comum é capaz de capturar 24 ou, no máximo, 30 quadros por segundo.

As câmeras de alta velocidade, capazes de captar por volta de 1.000 quadros por segundo, são caras, o que as tem restringido a nichos de mercado, como nas pesquisas científicas ou em entretenimento.

Ao construir um chip capaz de alcançar 1 milhão de quadros por segundo, nas mesmas condições de funcionamento de um CCD normal, incluindo o campo de visão, os cientistas abrem um campo totalmente novo de aplicações.

Filmagens de alta velocidade

A Megaframe será útil, por exemplo, na geração de imagens em escala celular e sub-celular, na captura de imagens neurais, no rastreamento de reações DNA/proteína no interior de biochips, além de estudos na área de resistência de materiais e de observações astronômicas de alta sensibilidade.

Já existem técnicas de captura de imagens individuais muito mais velozes, mas elas se aproximam mais da captura de imagens estáticas em ambientes de microscopia.

Na verdade, a Megaframe agora aproxima as câmeras digitais tradicionais da área de microscopia, com potencial para facilitar enormemente o processo de captura de processos muito rápidos, até hoje estudados apenas de forma discreta, em quadros capturados em sequência mas a intervalos maiores.

Diodo avalanche

O segredo do desenvolvimento do CCD ultra-rápido está no uso de um novo tipo de pixel extremamente sensível, chamado diodo avalanche de fóton individual – SPAD: single photon avalanche diode.

Também foi necessário levar a “inteligência” da câmera para dentro do próprio chip CCD.

 

Fonte:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=filmadora-mais-rapida-mundo&id=010110110414

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s