Processamento paralelo chega aos computadores de mesa

 

 

Processamento paralelo chega aos computadores de mesa

Pesquisadores da Universidade de Maryland, Estados Unidos, deram um passo importante rumo ao objetivo de trazer para os computadores de mesa o poder do processamento paralelo utilizado pelos supercomputadores. Eles criaram uma nova arquitetura que permite que dezenas ou centenas de processadores sejam vistos pelos softwares como se fossem um só.

Processamento paralelo

Os supercomputadores já utilizam o processamento paralelo há anos. Entretanto, não tem sido possível trazer esse conceito para os computadores pessoais devido à grande dificuldade em se desenvolver programas que tirem vantagem dos múltiplos processadores. Todos os aplicativos conhecidos teriam que ser inteiramente reescritos, e com um nível de complexidade que não estaria ao alcance de muitos programadores.

O processamento paralelo possibilita ao computador fazer várias tarefas simultaneamente, em contraste com o processamento serial dos computadores pessoais atuais, nos quais uma tarefa deve terminar para que a próxima possa se iniciar.

Supercomputador de mesa

O novo computador representa, segundo os engenheiros que o criaram, a próxima geração de computadores pessoais. A tecnologia é baseada no processamento paralelo em um único chip, conseguindo alcançar velocidades até 100 vezes maiores do que os mais modernos computadores de mesa atuais.

O protótipo, desenvolvido pela equipe do Dr. Uzi Vishkin, utiliza uma placa com as dimensões aproximadas de uma placa-mãe normal, sobre a qual foram montados 64 processadores paralelos. Para controlar esses processadores, os engenheiros desenvolveram uma arquitetura de processamento paralelo que permite que os processadores trabalhem em conjunto, tornando a tarefa de desenvolvimento de aplicativos mais simples e mais rápido.

O desafio do software

“Suponha que você contrate uma pessoa para limpar sua casa, e que leve cinco horas, ou 300 minutos, para que esta pessoa realize cada tarefa, uma após a outra,” explica o Dr. Vishkin. “Isto é análogo ao método atual de processamento em série. Agora imagine que você tenha 100 faxineiras que possam trabalhar em sua casa ao mesmo tempo! Este é o método do processamento paralelo.”

“O desafio do software é: você consegue gerenciar todas as diferentes tarefas e trabalhadores de tal forma que o trabalho seja completado em 3 minutos ao invés de 300? Nossos algoritmos tornam isso factível para tarefas de computação em geral pela primeira vez,” conclui ele.

Agora os pesquisadores estão oferecendo um prêmio de US$500,00 para o vencedor de um concurso que deverá propor um nome para a nova tecnologia. As inscrições vão até 15 de Setembro (veja links abaixo, no quadro Para navegar).

Fonte:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010150070627

Processamento paralelo chega aos computadores de mesa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s