Pixel de músculo artificial abre caminho para tela Braille

Pixel de músculo artificial abre caminho para tela Braille
Os pesquisadores desenvolveram um conceito chamado “mecanismo de travamento hidráulico”, uma espécie de pixel Braille, feito com músculos artificiais, que formará a base de uma tela Braille atualizável.

Imagine se a tela do seu computador lhe permitisse ver apenas uma linha de cada vez, não importando o que você estivesse fazendo, ou tentando fazer – ler um e-mail linha por linha, ou ver um site uma linha de cada vez, por exemplo.

Pois esta é a dificuldade que os usuários cegos enfrentam hoje ao tentar utilizar um computador.

Uma dificuldade que felizmente poderá ser deixada para o passado graças ao trabalho da equipe do Dr. Neil Di Spigna, da Universidade do Estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

O objetivo dos pesquisadores é criar uma tela Braille totalmente atualizável, que permita que os deficientes visuais tirem proveito total da Web e de qualquer outro aplicativo de computador.

Tradutores Braille

Já existem sistemas capazes de converter textos em Braille ou páginas da internet em Braille. Mas os avanços ainda não chegaram às “telas Braille”.

O termo tela atualizável pode fazer pouco sentido para os usuários normais de computador, uma vez que é difícil imaginar uma tela cujas imagens não mudem. Mas mudar os pontos salientes de um texto Braille não é tão simples quanto acender e apagar um pixel.

“Hoje, os displays eletrônicos em Braille geralmente só mostram uma linha de texto de cada vez. E eles são muito caros,” diz o Dr. Di Spigna. O alfabeto Braille utiliza uma série de pontos salientes para representar as letras e os números, permitindo que pessoas cegas leiam por meio do tato.

Imagens em Braille

A fim de desenvolver uma forma mais funcional e acessível, Di Spigna e seus colegas estão desenvolvendo um leitor de página inteira em Braille, facilmente atualizável.

A nova tela Braille deverá ser capaz de traduzir também as imagens em relevos táteis, mapeando os pixels de cada imagem na forma dos pontos salientes já comumente usados no alfabeto Braille.

Para isso, os pesquisadores desenvolveram um conceito chamado de “mecanismo hidráulico de travamento”, que está permitindo o desenvolvimento da tela Braille.

Pixel de músculo artificial

O protótipo deverá ser construído com um polímero eletroativo – um músculo artificial – que é resistente e muito mais barato do que os sistemas mecânicos das impressoras Braille atuais.

“Esse material vai nos permitir elevar os pontos na altura correta, para que eles possam ser lidos”, diz Dr. Peichun Yang, coautor da pesquisa. “Uma vez que os pontos estão levantados, um mecanismo de trava irá suportar o peso a ser aplicado pelos dedos da pessoa conforme os pontos são lidos. O material também responde rapidamente, permitindo que o leitor percorra um documento ou site da Web rapidamente.”

Agora que demonstraram que o componente de travamento do mecanismo é uma tecnologia viável, o próximo passo será construir o protótipo. “Esperamos ter um protótipo totalmente funcional do mecanismo dentro de um ano,” diz Di Spigna, “e que poderá servir como o bloco básico funcional para a construção de uma tela Braille atualizável.

“A leitura Braille é essencial para permitir que as pessoas cegas encontrem um emprego,” complementa Yang, que é cego. “Estamos otimistas de que essa tecnologia vai proporcionar aos cegos oportunidades adicionais.”

Fonte:http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=tela-braille&id=010150100406

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s